Criolipólise: a inimiga da gordura localizada

A criolipólise usa gel para queimar gorduras

A criolipólise usa gel para queimar gorduras

Desenvolvida por pesquisadores da Universidade de Harvard (EUA), a criolipólise usa baixas temperaturas para acabar com a gordura localizada. Um aparelho é colocado na superfície da pele, fazendo as células de gordura serem congeladas a temperaturas negativas para serem destruídas. A criolipólise é feita com a ajuda de um aparelho específico cujos aplicadores acoplam-se perfeitamente às diferentes áreas do corpo.

IndicaçõesA criolipólise não é um tratamento para sobrepeso ou obesidade. Ela é opção para pessoas que tenham gordura localizada em algumas regiões corporais, o famoso pneuzinho. De acordo com o fabricante, o procedimento elimina até mesmo aquela gordura incapaz de ser combatida com dieta e exercícios físicos.

DuraçãoO tempo de tratamento de uma área de 20 por 20 centímetros dura aproximadamente uma hora. A criolipólise pode ser feita em mais de uma região no mesmo dia sem riscos ao paciente.

ContraindicaçõesNem todo mundo pode fazer a criolipólise: é preciso fazer uma avaliação antes. A criolipólise é contraindicada para pessoas com sensibilidade ao frio – como quem tem urticária, por exemplo -, com hérnias no local da aplicação, infecções na pele, para gestantes e para quem passou por cirurgia recentemente.

ResultadosUma ou duas sessões já são suficientes para trazer resultados. Mas há casos em que são necessárias mais sessões. A partir do décimo dia a quebra de gordura já pode ser visível, mas o efeito máximo acontece de dois a três meses após a sessão.