Inverno favorece o peeling

Limpeza de pele

Limpeza de pele

Você sabia que o inverno é a melhor época para se fazer peeling?

O tratamento consiste na retirada de uma camada superficial de pele, que através de células com capacidade de reprodução logo se regeneram. Como esse procedimento deixa a pele do rosto extremamente sensível, não se deve tomar sol, por isso o inverno é considerado a melhor época para a realização.

Nas o que é, exatamente, o peeling?

Os peelings  são um tipo de tratamento estético à base de ácidos, aplicados sobre a pele, para promover regeneração. Além da “troca” de pele, dependendo do nível, o peeling pode estimular a derme para a produção de um novo colágeno.

Geralmente, o peeling é feito na pele do rosto, mãos e pescoço, com a finalidade de remover manchas, marcas de acne, amenizar flacidez e cicatrizes, tratar o envelhecimento da pele ou o dano causado pelo sol.

Quais são os principais benefícios do peeling?

•    redução da oleosidade;
•    clarear sardas, melasma e manchas da idade e do sol;
•    diminuir cicatrizes de acne;
•    prevenção de espinhas;
•    cuidado com estrias;
•    melhorar rugas;
•    melhorar aparência e textura da pele.
Agora na Plennus contamos com a dermatologista Jaqueline Morais para complementar seus tratamentos. Ela realizará consultas de dermatologia clínica e estética e procedimentos como peelings e toxina botulínica (Botox). Agende uma consulta.

Anúncios

O inverno pede sopa

sopa_quenteAs noites frias de inverno pedem um bom prato de sopa. Mas é preciso alguns cuidados.

Evite as sopas compradas prontas. Elas contêm muito sal e outros produtos químicos, como conservantes.

Prefira as sopas caseiras levando-se em conta o equilíbrio na preparação. A regra de ouro é dividir o prato em proteínas, tubérculos e vegetais.

Cerca de 40% deve ser de proteína: carne, frango, ovo e tofu, por exemplo. Mas apenas um tipo de proteína.

Outros 20% deve conter algum tipo de tubérculo: como batata, mandioca, mandioquinha, inhame, cará, batata-doce e outros, mas sempre escolhendo só uma opção.

Os 40% restantes devem ser preenchido por vegetais não-tubérculos: como brócolis, chuchu, abobrinha, abóbora, couve-flor, repolho, espinafre, couve, além de outros.

Para aqueles que desejam que o metabolismo fique mais acelerado, a dica é colocar gengibre e pimenta, já que são alimentos termogênicos e capazes de ajudar a perder peso.

Bom apetite!

(Fonte: IG Saúde)

Beba água. Mesmo com frio

frio_invernoAlém dos termômetros, no inverno cai também o consumo de água. O que não é nada bom. Afinal a importância do líquído para o bom funcionamento do organismo não diminui com a queda da temperatura. Por isso, os especialistas recomendam manter o consumo de, pelo menos, 2 litros diários de água.

O cuidado deve ser maior com crianças e idosos, normalmente mais propensos à desidratação.

Mas é fato que no inverno o corpo precisa de menos água que no verão, para se ter uma ideia. E quem já consome pouca água no verão, no inverno a tendência é beber menos ainda.

Uma das sugestões mais apontadas pelos nutricionistas éo consumo de chá, para quem não quer tomar água. Mas há outras fontes de hidratação: frutas como melão, melancia, laranja e abacaxi. Elas são mais ricas em líquido do que frutas típicas do inverno, como abacate, maçã e uva.